Resenhas

Resenhas ordenadas em ordem alfabética de acordo com o autor:

Abasse Ndione – A vida em espiral

Alexsandr Púchkin – A Dama de Espadas

Alexandre Soljenítsin – Um dia na vida de Ivan Deníssovitch

Alfred Jarry – O supermacho

Ana Cristina Cesar – Poética|FLIP 2016

Andreas Latzko – Homens em guerra

Anna Akhmátova – Antologia Poética

Anne Frank – O Diário de Anne Frank

Charles Dickens – Tempos difíceis

Chuck Palahniuk – Clube da Luta

Cristina Teixeira – O Reino do Homem de Um Olho Só

Elvira Vigna – Nada a dizer

Érico Veríssimo – Incidente em antares

Ernani Ssó – Como o diabo gosta

Federigo Tozzi – Memórias de um empregado

Fiódor Dostoiévski – O idiota

Frederic Manning – Soldados rasos

Gabriel García Márquez – Ninguém escreve ao coronel

Irvine Welsh – Trainspotting

Ítalo Calvino – O Visconde Partido ao Meio

Iúri Tyniánov – O Tenente Quetange

Ivan Turguêniev – Pais e Filhos

Jaroslav Hasek – As Aventuras do Bom Soldado Svejk

João Ubaldo Ribeiro – Viva o Povo Brasileiro

John Steinbeck – A Pérola

John Steinbeck – As vinhas da ira

Jorge Amado – A morte e a morte de quincas berro dágua

José Donoso – O Lugar Sem Limites

Julio Cortázar – O Perseguidor

Leonid Tsípkin – Verão em Baden-Baden

Livraria Berinjela – Modo de Usar & Co.

Manning Marable – Malcolm X: uma vida de reinvenções

Marie Ndiaye – Três mulheres fortes

Mario Bellatin – Flores

Marion Zimmer Bradley – As Brumas de Avalon

Michel Deguy – A Rosa das Línguas

Muriel Barbery – A Elegância do Ouriço

Nathalie Quintane – Começo

Patativa Moog – No Fim das Contas Ninguém Sai Vivo

Patti Smith – Só garotos

Raduan Nassar – Um Copo de Cólera

Roberto Bolaño – 2666

Ronaldo Correia de Brito – Livro dos Homens

Stendhal – O vermelho e o negro

Svetlana Aleksiévitch – Vozes de Tchernóbil

Thomas Pynchon – O leilão do lote 49

Toine Heijmans – No Mar

Vladimir Korolenko – Em má companhia

Vladimir Korolenko – O Músico Cego

Vladímir Sorókin – Um mês em Dachau

William S. Borroughs – Junky

Anúncios